10 Semanas de Terror | Semana 4 com Jéssica Reinaldo


Mais uma semana do Especial: 10 Semanas de Terror! Todas as entrevistas você pode conferir aqui, e hoje nós temos a Jéssica, criadora e escritora do blog Fright Like a Girl, onde realiza um projeto de assistir um filme de terror por dia, além de procurar escrever sobre a representação feminina no terror; formada em história e monografia sobre a literatura com vampiros no século XIX no currículo. “Até o período da faculdade eu não tinha tido tanto contato com o terror, mas passou a ser meu assunto preferido desde então.

Meu TOP 10 obras de terror eu decidi mesclar entre livros e filmes, então vão ser 5 filmes e 5 livros



01 - The Lost Boys (1987) - Joel Schumacher

Os irmãos adolescentes Michael e Sam se mudam com a sua mãe para uma pequena cidade no norte da Califórnia. Enquanto o jovem Sam encontra o par de almas gêmeas nerds Edward e Alan, o angustiado Michael logo se apaixona por Star, que é escrava de David, o líder de uma gangue local de vampiros. Sam e seus novos amigos embarcam na missão de salvar Michael e Star dos mortos-vivos. (Wikipedia)

Jéssica: Eu sou muito apegada ao comedy horror, e esse é meu filme preferido da vida. Sempre gostei muito de vampiros, mas ter vampiros adolescentes, na década de 1980, sendo garotos desaparecidos com suas carinhas nas caixas de leite, eu gosto demais desse filme.  

02 - Sempre Vivemos no Castelo (1962) - Shirley Jackson 

Merricat Blackwood vive com a irmã Constance e o tio Julian. HÁ algum tempo existiam sete membros na família Blackwood, até que uma dose fatal de arsênico colocada no pote de açúcar matou quase todos. (Google Books)

Jéssica: Shirley Jackson foi uma escritora incrível. Antes de me interessar em ler sobre ‘A Casa da Colina’, eu escolhi Sempre Vivemos no Castelo, e foi uma surpresa muito boa. A parte incrível desse livro é como a narrativa vai se construindo e como vamos conhecendo mais das irmãs Blackwood.

03 - Franquia Scream (1996) - Wes Craven

Um grupo de jovens enfrenta um assassino mascarado que testa seus conhecimentos sobre filmes de terror. A pequena cidade de Woodsboro nunca mais será a mesma. (Wikipedia)

Jéssica: A franquia inteira de Pânico esteve comigo em momentos muito importantes. É um filme que eu gosto de assistir em momentos que preciso pensar. Sidney Prescott é minha maior heroína. E eu consigo gostar até do filme 4. 

04 - Bazar dos Sonhos Ruins (2015) - Stephen King 

Mestre das histórias curtas, o que Stephen King oferece neste livro é uma coleção generosa de contos - muitos deles inéditos no Brasil. E, antes de cada história, o autor faz pequenos comentários autobiográficos, revelando quando, onde, por que e como veio a escrever (ou reescrever) cada uma delas. (Google Books)

Jéssica: Eu gosto bastante de contos, e apesar de não ter lido tanta coisa do King quanto gostaria, gosto muito dos contos que ele escreve. Bazar dos Sonhos Ruins talvez seja minha antologia de contos preferida dele.

05 - Hush (2016) - Mike Flanagan

A escritora Maddie Toung vive uma vida isolada desde que perdeu sua audição quando era adolescente, se colando em um mundo de total silêncio. Porém, quando um rosto mascarado de um assassino psicótico aparece em sua janela, Maddie precisa ir além dos seus limites físicos e mentais para conseguir sobreviver. (Wikipedia)

Jéssica: Eu já tinha assistido dois filmes do Mike Flanagan (Before I Wake, de 2016, e Gerald’s Game, de 2017, baseado na obra do King) mas não tinha prestado atenção no diretor. Foi então que assisti Hush e comecei a prestar mais atenção no trabalho dele. Eu amo como ele escolheu uma protagonista tão humana pra esse filme. Uma escritora, surda, que é perseguida em casa por um assassino. É uma coisa bastante clichê, e a gente não têm muitas surpresas durante o filme, mas eu amei a personagem protagonista. Então, sempre que posso, recomendo esse filme. 

06 - Coisas que Perdemos no Fogo (2016) - Mariana Enriquez 

A sua escrita tem sido comparada à de um Poe do século XXI, à de Roberto Bolaño e à de Cortázar. (Wikipedia)

Jéssica: Se existe algum tipo de movimento de post horror na literatura, acho que esse livro se encaixa muito bem. A Enriquez é uma autora maravilhosa, que utiliza uma parte social da Argentina pra fazer contos de horror maravilhosos. 

07 - XX (2017) - Karyn Kusama

XX é um filme de terror de antologia americana de 2017, dirigido por Jovanka Vuckovic, Annie Clark, Roxanne Benjamin e Karyn Kusama. É estrelado por Natalie Brown, Melanie Lynskey, Breeda Wool e Christina Kirk. (Wikipedia)

Jéssica: XX foi um dos primeiros filmes de terror que eu peguei pra escrever e foi muito importante pra mim. Foi um momento que eu parei pra perceber mulheres fazendo terror e foi quando eu decidi que queria trabalhar com esse tema em específico. E, eu sempre gostei de antologias. Uma antologia dirigida por mulheres, então, acabou se tornando um dos preferidos. 




08 - O Colecionador (1963) - John Fowles 

O Colecionador é a história de Frederick Clegg, um homem solitário, de origem humilde, menosprezado por uma sociedade esnobe, que encontra o grande amor de sua vida. Tudo o que ele deseja é passar um tempo a sós com ela, demonstrar seus nobres sentimentos e deixar claro que eles nasceram um para o outro. (Google Books)

Jéssica: Acho que eu precisava colocar esse livro aqui. A narrativa do Fowles é uma coisa impactante demais. Li esse livro porque eu precisava saber como os fatos se desenrolavam. As vezes a parte mais importante da obra de terror nem é o final, que a gente sabe que no final tudo acaba mal, mas o processo e como as coisas acontecem é algo importantíssimo pra mim.  

09 - The Babadook (2014) - Jennifer Kent

Amelia, viúva e ainda atormentada pela violenta morte do marido, tenta lidar com o medo de monstros que aterroriza seu único filho, o pequeno rebelde Samuel, e enfrenta dificuldades em amar o garoto. Após encontrar um misterioso livro, o menino, certo de que há um monstro que deseja matá-lo, começa a agir irracionalmente para o desespero de sua mãe. Mas logo Amelia percebe que realmente há uma sinistra presença na casa e ao redor deles. (Wikipedia)

Jéssica: Babadook foi um filme que mexeu demais comigo. Me deixou mesmo muito triste, muito angustiada, me fez ficar preocupada e com medo em casa, além de ser um filme incrível sob uma direção incrível.  

10 – Drácula (1897) Bram Stoker

No século 15, a Igreja se recusa a enterrar em solo sagrado a grande paixão do líder dos Cárpatos que decide, então, renegar a instituição religiosa. Ele passa a perambular através dos séculos até encontrar a suposta reencarnação de sua amada. (Wikipedia)

Jéssica: É muito impossível pra mim fazer uma lista dessas e não colocar Drácula. Ele foi e ainda é responsável por muita coisa na minha vida. Foi meu objeto de pesquisa na monografia, continua sendo um assunto que eu gosto muito de pesquisar. Apesar de ter meus problemas com o livro, é uma obra muito importante pra mim. 

Menção honrosa aos filmes The Omen (1976), Let’s Scare Jessica to Death (1971), Les Diaboliques (1955), Phenomena (1985) e Carnival of Souls (1962), que foram filmes que despertaram minha vontade de conhecer mais sobre filmes antigos. 

Se identificou com a Jéssica? Siga-a no Twitter!


10 Semanas de Terror | Semana 4 com Jéssica Reinaldo 10 Semanas de Terror | Semana 4 com Jéssica Reinaldo Reviewed by Unknown on setembro 28, 2018 Rating: 5

Nenhum comentário

Masterchef

About Me
Munere veritus fierent cu sed, congue altera mea te, ex clita eripuit evertitur duo. Legendos tractatos honestatis ad mel. Legendos tractatos honestatis ad mel. , click here →